domingo, 3 de dezembro de 2017

Devaneios na Madrugada



Devaneios na Madrugada
(Escrito por LunA Daimon )

Todos dormem
Enquanto observo a cidade.
A leve chuva respinga
A sinceridade.

Emoçoes escorrem pelos prédios,
Arranha Céu.
Torre de Babel.
Lua Prateada.

Como uma nuvem refrescante,
Adentro seu semblante,
Seguro tuas mãos,
Olho em teus olhos,
Sim, eu sei que você
Pensa em tantas coisas,
Antes de dormir.

Estou ao seu lado,
Na escuridão,
Ou quando você
Canta aquela canção.
Eu ouço cada toque
Do seu coração.

Eu estou aqui,
Mas você não pode me ouvir.
Mesmo com toda sinceridade,
Tu escolheste ir,
Ir para longe de si.

Mas eu estou aqui,
A cada vazio que existir,
Duelarei por um sorriso teu,
Num domingo deprimente.
Deixarei algo meu,
Para trazer o brilho em teus olhos,
Novamente.

Uma flor,
Uma carta,
Um amor,
Ou, apenas nada.
Devaneios na madrugada.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba em seu Email os novos Posts publicados aqui