segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Sobre Coisas que Ficam

Saudações, meus caros leitores.

Quantas vezes observo os acontecimentos ao meu redor, e me deparo com tantas coisas que mudam tão depressa.

As pessoas demoram a chegar, e partem depressa.

Vejo casais que dizem se amar, mas dentro de 2 anos ja perderam aquele encanto tão bonito que tinham e logo ja estão com outra pessoa. É tudo tão rápido, que mal da tempo de acreditar.

As pessoas tendem a partir, mas cada momento juntos, marcará as almas envolvidas.

Talvez seja por este motivo que não sou deste tempo dos "velozes" no amar.

Cada minuto que tenho com cada pessoa, seja amigo ou alguém especial, é único. Momento tão único que ecoa minha mente por longos anos. Dificil hoje estar com alguém e amanhã dizer que amo outra pessoa. Pois cada momento que passamos juntos, gruda, se instala eternamente em meus Registros Akáshicos.

O perfume permanece, os sorrisos ainda aparecem.
É como se tudo tivesse sido vivido novamente a 1 minuto atrás.
Mas, ja faz muito tempo que acabou.

Gentilezas, cordialidade, demonstrações de carinho, demonstrar se importar, um bilhete inesperado, um encontro divertido, fotos sem fim. É disso de que muitos jovens nem imaginam que existe! (ou existiu). São essas coisas que ficam, mesmo quando aqueles que amamos não se lembram mais de nós.

Ainda vivo neste tempo, a esperar por tamanha gentileza, afeto e respeito, daquele que liga, que pergunta, que se preocupa e demonstra, que está presente diariamente segurando minha mão, vendo-me sorrir e sorrindo juntos.

São coisas que ficam, que marcam e que faz todo o sentido em amar e ser amado de verdade.

Carpe Noctem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Receba em seu Email os novos Posts publicados aqui