27 de abr de 2014

Percepção e Ângulo de Visão



Saudações, a todos os leitores.

Hoje estive refletindo no que podemos vir a sentir ao longo do dia. Ja parou para observar no que andam sentindo hoje ?

As vezes nos colocarmos em 3° pessoa e observar o que estamos falando para outras pessoas e como que reagimos ao escutar determinadas palavras, passa a ser até que interessante.

Se por um dia inteiro prestarmos atenção no que ocorre dentro de nós mesmos, veremos algo surpreendente. Só quem faz o que estou dizendo que sabe do que estou falando.

A mescla de emoções, reações, sentimentos a visão distorcida que temos das coisas alheias. Já notaram ?

Como diz uma brincadeira: "O copo que está sobre a mesa, está cheio ou vazio?"

Se dissermos vazio é porque carregamos um pouco de ingratidão ou pessimismo.
Se dissermos meio cheio é porque carregamos gratidão com o que temos e otimismo.
(segundo a psicologia).

A forma que vemos a vida correr faz uma grande diferença. Pois após vermos como a vida é automaticamente reagimos a ela. E a forma como VEMOS a vida que trará uma reação positiva ou negativa.

O problema é que a maioria de nós queremos porque queremos que todo mundo veja COMO VEMOS as coisas. Mas, nunca será assim. Pois cada um tem seu próprio angulo de visão.

Mas se pegarmos para IGNORAR os pontos negativos e passarmos a falar, agir, demonstrar o que tem de bom naquela situação. Veremos que a vida tem muita coisa boa para aproveitar TODOS OS DIAS.

Então a nossa felicidade depende da forma que vemos as situações.

Sempre que me pego reclamando de algo eu paro imediatamente de reclamar e penso: " Mas isso pode ser diferente. Como tudo tem uma razão para estar acontecendo, irei ignorar este fato ruim . O que há de bom neste momento ? o que me fará me sentir melhor agora? Tudo tende a passar, então irei aproveitar este momento pois sei que a vida corre ! "

E então, aquela sensação ruim muda e consigo aproveitar melhor as pessoas e meu dia.

Então a forma que percebemos tudo e todos ao nosso redor é que fará a diferença!

Espero que tenham entendido e possam assim ser diferente da maioria que não quer nem pensar que tudo pode ser melhor.


Carpe Noctem.

17 de abr de 2014

Vales Insólitos






Escrito por LunA Daimon

Deixe-me com minhas asas feridas ....
As portas do Submundo se abrirão quando menos esperar.
E a luz abraçará esta escuridão.
Devolvendo o brilho perdido nos vales insólitos.


12 de abr de 2014

Gritos Internos


Gritos Internos
(LunA Daimon)


Afundada e perdida
Em um limbo abiçal
Ouço o estilhaçar da esperança
Abandonada e jogada
Perto das cinzas do umbral

Tentando abrir os olhos
Dos cegos lamuriosos
Que se encontram junto aos meus
Triste olhar

Só ouço gritos demorados
De corações torturados
Que repetem este cruel
Ato de amar

Amam e desamam
Iludem-se e são desiludidos
Trazendo um ódio repentino
Entregam-se sem pensar

Se movem nas areias do tempo
Trazendo para dentro de si
Aquele tormento
De querer desistir de tudo,
Ou apenas de ficar.

Gritos Internos
Rudes ou silenciosos
Demonstrados
Em atos singelos ou incógnitos
Nos fazem deslizar.

Pela boca selada,
Fria e congelada,
Das lágrimas que caíram,
Do vazio observar.

Até quando permanecerei
Neste abismo congelado?
Aguardando ser resgatado
Antes do tempo
Fazer dos meus ossos
Cinzas ao vento.



3 de abr de 2014

Mãos Atadas



Mãos Atadas

Mãos Atadas
(LunA Daimon)

Escolhas difíceis temos que fazer,
Dores intensas, temos que viver. 
Permanecemos atados a destinos incertos. 
Queremos mudar o rumo, mas não adianta.
Tentamos fazer o Sol brilhar para todos,
Mas nessa vida, nem todos podem ter tal brilho.

Juro que tento e continuarei fazendo
O que minhas mãos conseguem alcançar
Pois muitos dos meus braços e pernas
Permanecem atados
Por um invisível fio de aranha,
Sem nome,
.

Receba em seu Email os novos Posts publicados aqui

Postagens Mais Procuradas