8 de dez de 2013

Mundo Diferente


Escrito por LunA Daimon
Mundo Diferente
(08/12/2013)

Queria poder ver além do que posso
E perceber que tudo tem conserto
Queria que as estrelas pudessem me contar
O que somente os céus podem notar
Queria ter para sempre o sorriso inocente
E uma voz que canta melodicamente
Um calmo olhar
E um abraço sempre que eu precisar
Esperanças Inteira
Doce cerejeira
Mundos inexistentes
Me tornam alguém eloquente
Devaneios
Numa tarde nublada
Triste o dia inteiro
Por nada ser
Como realmente imaginei ser
Mundo Diferente.
 Sentindo-me estranha
Palavras sem nexo
Momentos complexos
Sem fim
Mundo pálido
Lavanda, lírio e jasmim
Onde irei chegar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Receba em seu Email os novos Posts publicados aqui

Postagens Mais Procuradas