21 de jan de 2012

O que é seu ?




O que é seu ?

Saudações, meus caros leitores. Faz um tempo que não escrevo devido à correria dos novos acontecimentos que surgiram em meu caminho. Contudo, me deparei com situações que vale a pena publicar.
 Venho observando que o nível de preocupação de uma pessoa para outras pessoas está cada dia mais alto. Porém, até que ponto isso é realmente benéfico?
 Faço aqui a pergunta: O que é seu?
Problemas que não te envolvem, discussões e as famosas fofocas que não são da sua conta. Vale a pena pegar para si a dor dos outros? Sentir-se irritado ou furioso e reagir pela pessoa ofendida vai levar a bons caminhos?
Resposta simples: Não.
Devemos lembrar que tudo que surge no nosso caminho serve para nosso aprendizado. Sei que existem situações que nos estressam muito ao ver as famosas “injustiças” ocorrendo com aqueles que amamos. Mas seria justo PEGARMOS os problemas da pessoa que amamos e resolvermos por ela, para depois ela nada aprender com isso ?
É isso que ocorre. Quando pegamos o problema de uma pessoa e a resolvemos devido a pessoa não ter coragem para solucioná-lo, acabamos por tirar a oportunidade dela aprender com isso. E ai futuramente ela poderá ter dificuldades para lidar com tal situação.
Se algo ocorreu com determinada pessoa, o que podemos fazer é expormos nosso ponto de vista e deixar que a pessoa escolha colocar em prática ou nada fazer. Toda ação gera uma reação, todo ato haverá uma conseqüência, até mesmo a inércia.
Portanto, analise bem o que é seu. E carregue o que é seu. Seus sentimentos, seus problemas, suas idéias. E apenas exponha a situação sem esperar que alguém venha e resolva pra si.
O melhor presente que podemos nos dar é a coragem de fazer o que deve ser feito, pois é assim que adquiriremos sabedoria.   (LunA Kocska)

3 comentários:

  1. Sem sombra de duvidas, minha Queridissíma amiga, expresso que esse texto, está uma grande reflexão diária.

    ResponderExcluir

Seguidores

Receba em seu Email os novos Posts publicados aqui

Postagens Mais Procuradas