25 de set de 2011

Acreditas em "velhice" ?



Saudações, meus caros leitores.

Semana passada me deparei com muitas pessoas tanto conhecidas como desconhecidas. Muitas dessas pessoas carregavam a frase: “É coisa da idade. Chegando nessa idade acontece isso."

Vamos aperfeiçoar alguns padrões de pensamentos. Substituí-los para um tipo de pensamento mais realista e justo.
 Muitos quando chegam nos 25 anos (daí pra frente), tem a péssima mania de falar que esta velho. E muitas pessoas que possuem mais de 58 anos tem a péssima mania de achar que está velho demais para fazer o que fazia quando tinham 17 anos.

A vida é assim? NÃO!
A vida é muito ampla e repleta de caminhos diversificados cujo qual podemos escolher.

Então, se tu pensa que ao chegar nos 50 anos de idade, terás que passar a usar aquelas roupas desagradáveis que a maioria usa. Se achares que és velho demais para namorar, estudar, cair na balada. Por favor, PARE!

Queres saber de um segredo?

A velhice não existe. O que existe são pessoas com mentalidade rabugenta.

Nunca serás "velho" para namorar, freqüentar bailes ou baladas, vestir uma roupa elegante. A menos que queira se parecer com uma pessoa velha ou a menos que goste de usar suspensório, óculos redondo grande fundo de garrafa, vestidos floridos, e coque nos cabelos.

Então deixo aqui claro que, velhice nunca existiu. A vida continua, tu continuarás a sentir carinho, saudades, alegria, tristezas, desejos e etc., como toda vida sentiu. Portanto, apenas FAÇA o que desejas.
O que os outros vão falar de ti?
IGNORE! Pois muitos desejarão ser como vós, porém não o fazem porque não possuem o que tu possuis: CORAGEM DE SER QUEM DESEJAS SER, vestir o que desejas vestir, fazer o que desejas fazer. E então acabam invejando-te e criticando-te para que se tornes mais um "velho" rabugento como eles.

Persista! Seja você mesmo! E entenda que um espírito jovem será eternamente jovem se possuir uma mentalidade madura, porém não rabugenta.

Carpe Noctem

20 de set de 2011

A Importancia do Desabafar




Saudações, meus caros leitores.

O que escreverei a seguir pode até aparentar ser muito superficial, mas, podes ter certeza que é muito importante.

Todos os dias vivenciamos muitos acontecimentos no decorrer das horas (tem casos que minutos ja são o suficiente para virar a vida dos avesso), e então misturamos na maioria dos casos: stress, ansiedade, variações de humor (alegre e triste em alguns minutos ou horas) e assim por diante.

Imaginemos o seguinte:
Cada um de nós somos como um frasco de vidro. E cada emoção sentida seria o líquido que encherá este frasco.
O que acontecerá se apenas enchermos o frasco?
Vai chegar uma hora que não caberá mais nada! É aí que entra aquela frase muito falada por aí: "Só falta uma pena para explodir tudo."

Se não "esvaziarmos" nosso "frasco", acaberemos por criar uma certa carência de atenção, (por isso que existem tantas pessoas que só sabem falar e falar e falar e não prestam atenção quando alguém fala).

Ja parou para se perguntar se tu mais escuta do que fala?

Se não dermos chance da outra pessoa falar, muitas informações passarão despercebidas. E aí, poderemos culpa-la de estar omitindo fatos.
Mas ja fizeste a pergunta certa?

Tem pessoas que só funciona assim.
Faça as perguntas certas que receberás as respostas certas.

Bom, vemos então que é importante tanto ouvir como desabafar. Mas com quem podemos "esvaziar nosso frasco"?
Com pessoas que desejam nos escutar.
Não podemos sair simplesmente contando tudo que aconteceu para todas as pessoas que surgirem na nossa vida. Pois nem todas desejam nos escutar e outras desejam também falar por estarem com seus "frascos cheios".

Caso não encontremos ninguém para desabafar, devemos recorrer a novas metodologias.
Por exemplo:
Para todos os casos a escrita é perfeita. ( escrevemos tudo que nos incomoda, rasgamos e jogamos fora).

Ja a raiva ou o stress, pode também ser pela escrita. Mas, este também pode ser por intermédio da dança, ou das artes marciais, ou do choro de baixo do chuveiro.

Não importa o método, o que realmente importa é que todos nós seres racionais necessitamos de estarmos em equilíbrio com nosso emocional. Por mais que nossas vidas sejam repletas de turbulentos acontecimentos.
Tire uns trinta minutos para si mesmo, antes que seu "frasco" se "trinque" e fique "vazando" tragédias sem fim.

Carpen Noctem





19 de set de 2011

Atos Impensados


Saudações, meus caros leitores.

Hoje ocorreu algo interessante e ao mesmo tempo desanimador.
Em minha vila, moradores de um bairro vizinho protestaram de uma forma impensada. Claro que os resultados foram catastróficos e fracassado.

Observe bem a foto que tirei ...
Vemos aqui muitos pontos negativos e apenas um ponto positivo.

O ponto positivo é que estão protestando para que o governo lhes dêem a moradia que prometeram.
Agora os negativos:

- Queimaram pneus, lixo, madeiras - Poluindo excessivamente toda a vila.
- Fecharam duas ruas principais de passagem de ônibus e carros - Criando assim um trânsito gigantesco, impedindo que ambulâncias e pessoas pudessem chegar em seu destino.

Vale lembrar que toda ação gera uma reação, toda causa tem seu efeito.
Um bom protesto seria atendido e o problema solucionado. Para que assim ocorra, se faz necessário estudar as leis do Estado de SP e segui-las.

Quando praticamos atos impensados, corremos o risco de nos decepcionarmos de uma forma profunda. Isso serve para todas as questões da vida.
Precisamos pensar não apenas em nós próprios, mas nas pessoas que estão ao nosso redor.
Do que adianta não nos prejudicarmos mas prejudicarmos nosso proximo?
Todas as pessoas possuem gostos e desgostos, possuem sentimentos e desejos. E cabe a cada um de nós respeitarmos isso. Afinal, também gostaríamos muito de sermos respeitados. Não é mesmo?

Vamos pensar em diversos métodos de solucionarmos nossos problemas sem que precisemos envolver pessoas que não tem nada haver com isso.  Desta forma facilitamos a vida para ambos os lados.

Pensar numa consequência antes de praticar o ato. Eis uma atitude sensata.

Carpe Noctem



14 de set de 2011

Runas - Separando as Runas por elementos



Saudações!
Hoje prosseguirei o tema: Runas.

Tudo na vida é composto por elementos básicos (terra, água, fogo e ar). Da mesma forma cada runa está associada a algum destes elementos. Facilitando assim a leitura (para quem utiliza o oráculo das runas de odin).

Comprovado há centenas de anos, o profeta, médico e legislador Empédocles Agrigento acreditava que a Terra era constituída por estes quatro elementos.
Após muitos anos, Aristóteles, filósofo grego e aluno de Platão adaptou a teoria de Empédocles, segundo suas teorias, além de existir os quatro elementos básicos ele acreditava que existia ainda um quinto elemento, chamado Éter.

Cada elemento está ligado a um determinado tipo de influência que exerce sobre cada molécula, cada ser vivo, animado ou inanimado.

O elemento fogo está associado ao impulso, a força de ação e a purificação.
O elemento terra está associado a estabilidade, a materialização, as riquezas.
O elemento ar está associado a comunicação, a dança, a criatividade, a liberdade e a inpiração.
O elemento água está associado a intuição, as emoções, aos sentimentos.

Então, quando determinadas runas aparecerem na mesa, fique atento a que elemento pertence. Assim facilitará a leitura. Contudo, vai depender de qual Aettir a runa cairá. Por exemplo:
Runas ligado ao material (terra), podem cair no Aettir emocional (água ou gelo), alterando assim o significado das próprias runas.

Segue abaixo a ligação da runa + elemento tradicional:

As Runas do Aettir de Freya: Fehur, Uruz, Thurizas, Ansuz, Raido, Kano, Gebo e Wunjo são ligadas ao elemento terra, ao plano físico, a materialidade.

As Runas do Aettir de Thor: Hagalaz, Nautiz, Isa, Jera, Eiwhaz, Peorth, Algiz e Sowulo estão relacionadas ao elemento gelo (ou água), elemento sempre presente na realidade física dos povos rúnicos, que para maior facilidade interpretativa pode ser lembrado como água, emoções, auto controle, sentimentos.

As Runas do Aettir de Tyr: Teiwaz, Berkana, Ewhaz, Manaz, Laguz, Inguz, Othila e Dagaz estão relacionadas ao elemento fogo, iluminação, espiritualidade.

Podes notar que dentro do oráculo de Odin, não existe o grupo do elemento ar. Agora a razão disto, não sei. Quem compreender mais sobre este tema, fiques a vontade e deixe um comentário a respeito deste elemento ausente nas runas.

Carpe Noctem

6 de set de 2011

Gotas de Desilusão



Gotas de Desilusão

Quando o manto noturno cai
Meus olhos recusam-se a selar
Pois as gotas da desilusão
Tornam as águas doce
Em águas do mar

Mar negro
De desejos não realizados
E sonhos não vividos
Muitos reprimidos
Outros abandonados


Tua boca manteve selada
Por uma máscara mal colocada
Na face cheia de medo
E um grande defeito
O seu receio
Corroeu-me por dentro

Quando o selo se quebrou
Junto a ele estava seu glamor
Tornando teus olhos
Verdejantes e brilhantes
Em opacos, secos e distantes

Desilusão
Sucumbe os belos sentimentos
Deixando apenas os momentos
Tornar-se um sonho fantasmagórico

Perdidos num tempo
Que nunca existiu
Pois tudo era uma mentira
E logo partiu
Ao lado do meu pálido sorriso.

Seguidores

Receba em seu Email os novos Posts publicados aqui

Postagens Mais Procuradas