28 de out de 2010

Sepulcro Primavera





Sepulcro Primavera
( LunA Daimon)
(28.10.2010)

A primavera chegou
Chuva de pétalas brancas e vermelhas
Sepultam nosso amor

Espírito da Solidão
Recita o depoimento
Do fim da união:

"Reunidos hoje estamos
Com pesar entregamos
Rosas brancas e vermelhas
Como símbolo de tristeza e paz.

Recordamos dos melhores momentos
Que juntos vivenciaram
Com alegria e pureza
Mas que deixaram
Falecer
Com incertezas

Puderam sorrisos trocar
Abraçados a noite inteira dançar
Em alguns instantes puderam presenciar
A ternura e a inocência do verdadeiro amor
Presente em cada palavra
Em cada olhar.
Mas que deixaram acabar


Momentos se eternizaram
Nas almas destes dois seres
Que se entregaram
Ao verdadeiro amor

E agora seguirão a jornada da dor
Distantes
Atravessaram o portão da solidão
Aqui jaz a mais bela união
Que existiu.

Que possam um dia encontrar
O significado da vida
Encerramos com lágrimas
A triste partida
Do amor.
Adeus"

17 de out de 2010

Perda da Alma (Poesia)


Perda da Alma.
(17.10.2010 - LunA Daimon)

O que são estas palavras
Tão frias como estacas de gelo
Seus sentimentos não o aquecem mais
Seu olhar perdeu o brilho diamante
Seria fingimento ou desespero?
O que o torna tão distante
Seria esse abismo sem fim?
Que habitas em seu ser
Que o deixa tão caído assim.

O calor das palavras
São petrificados com desprezo
A cordialidade fora perdida
Não possui mais desejos
Alma angustiada
Sofrida calada
Pessoas abandonadas
Arrogância fixada
Em sua língua cortada.

E então sua alma grita:
Silêncio!
Deixe-me morrer
Silêncio
Quero desaparecer
Pois nada mais me faz ter
Sentido.

Perda da Alma
Sonhos de vidro
Despedaçados
Pela inércia
Este é seu novo abrigo
Que escolheras.
A dor.

11 de out de 2010

Caindo

Caindo
(11.10.2010 - By LunA)


Minhas asas foram cortadas
O vento da incerteza
Tocou-me esta noite
Estou caindo como lágrimas
Dos olhos puros de uma menina
Em busca de paz.

Caindo
Minhas asas foram arrancadas
Caindo
Minhas mãos estão geladas
Caindo
Minhas poesias estão quebradas
Caindo
Vida gelada.
Felicidade interrompida
Assassinada
Mais uma vez.

Receba em seu Email os novos Posts publicados aqui

Postagens Mais Procuradas