30 de mai de 2010

Verdades e Mentiras





Essa semana me deparei com muitas verdades e muitas mentiras.
Questionei-me sobre alguns fatos da vida e agora questiono a você meu caro, minha cara leitor (a):

Você já mentiu hoje? E o que leva as pessoas a mentirem?

Conheço pessoas que mentem todos os dias. E há dois tipos de mentiras:

- Mentir para os outros.
- Mentir para si próprio.

Qual destes é o pior?

Conheci pessoas que fingem ser uma pessoa mas são outra, que acreditam e pensam de uma forma mas escondem dos outros e diz o oposto do que pensa.
Conheci pessoas que fingem gostar do que fazem, por sentirem medo do que os outros vão pensar. Mas o que os outros vão pensar se você ser o que você é? Mas o que fulano vai pensar de mim se eu falar a verdade a respeito do que penso sobre fulano?
Medos.
Essa é a história de centenas de pessoas que convivemos todos os dias.
O medo de "estragar a imagem" a reputação, o medo de que O PARCEIRO OU A PARCEIRA TERMINE O RELACIONAMENTO FALIDO E INFELIZ ao ser o que é.
Medo da solidão.
Medo de morrer.
Medo de ser demitido do serviço que tanto odeia.
Em fim, inúmeros medos é o que leva a sociedade mentir.

Foi-se o tempo da idade das trevas, onde era obrigado a mentir se não iria parar na fogueira.
Sim, hoje temos outros riscos ao dizer a verdade, o risco de sermos taxado de ignorante, arrogante, frio, calculista ou supérfluo?

A doença que existe hoje provém do medo.
Conheci uma pessoa que adquiriu uma doença grave por que mentia para o marido dizendo que gostava de fazer sexo todos os dias, sendo que na verdade essa pessoa odiava e hoje está doente.
Então correu para a igreja contar o que leu num livro de auto-ajuda, onde dizia o seguinte:
"Se deve fazer o que gosta, independe se o parceiro concorda ou não. Se o parceiro não gosta do seu jeito de ser, o término é necessário."
Mas então uma pessoa religiosa colocou mais medo, dizendo que esse conhecimento é coisa do diabo.

Bom, até onde vai a hipocrisia? Falar que ser o que quer ser é coisa do diabo!!?!?!
E assim que se controla o ser humano, através de seus medos.
Então centenas de pessoas não fazem o que gostam e precisam mentir o tempo todo para os outros com MEDO de que a verdade fira os sentimentos do pai, mãe, tia, irmão, namorado, ou seja, La quem for.

Quero dizer algo simples e direto que aprendi com sacrifício esta lição:
Quando deixamos de fazer algo que gostamos para submeter aos desejos de outras pessoas, acabamos por adoecer e inconscientemente provamos que não nos amamos.
Quando não nos amamos, fazemos coisas que odiamos para o bem dos outros.

Como pode você dizer que ama fulano se tu mesma não se ama?
Sacrificar-se pelos outros não é amor próprio, nem amor aos outros, mas sim medo de ficar sozinho e suicídio.

É uma verdade, que machucam muitos. Mas coloque na balança o que tu tens feito a respeito do seu amor próprio.
Tu te sentes bem fazendo isso?
Então porque fazer?
Por causa dos outros? Mas e tu? Tu não mereces ter coisas boas? Tu não mereces ser feliz? Então porque tu se maltratas, tu deixas de ser feliz para que os outros sejam felizes?
Depois vais esperar o que? Ser recompensada?
E então descobrirás que recompensa não virá, e se vier será apenas dor, sofrimento e arrependimentos onde AQUELA FELICIDADE era para ser sua e que aquelas pessoas que tu se sacrificou jogam no lixo seu sacrifício e riem da sua cara.
E agora? Vai fazer drama? Vais chorar?
Então pense...

Esta é uma VERDADE, onde muitos não aceitam e mentem para si mesmo dizendo que não é real.

Cuide de si, seja feliz, não tenhas medo do que os outros vão pensar de você. Se valorize mais, se ame mais...
E boas reflexões.

LunA Kocska

Seguidores

Receba em seu Email os novos Posts publicados aqui

Postagens Mais Procuradas