26 de jul de 2009

Batalha Atemporal




Batalha Atemporal
( LunA Daimon - 26.07.2009)

As roupas de ferro
Ja estão aquecidas em meu corpo
A lâmina de glória
Encontra-se desperta em minhas mãos
O Entardecer medita no seu mais sublime silêncio
Enquanto a Natureza entoa seus versos Obscuros
Das árvores e vento de Honra

As gotas de chuva que agora caem
Mesclam-se com as gotas de sangue que agora fluem
De dezenas de Almas Feridas
Feridas nas batalhas atemporais de um passado que não passa
Feridas em batalhas de um passado que os assombram
Sucumbindo a força de grandes divindades
Esmigalhando os alicerces e o respeito de inúmeras amizades
Que se perderam em um tempo
Que não voltará mais
E encontraram-se em tempos
Que nunca existirá como um dia existiu.

Sobreviver Lutar e Vencer
Chegou a Hora
É agora!
Tempo para esquecer
As derrotas
Chegou a hora!
É agora!
De ver com os velhos olhos
Uma nova paisagem
E sentir a tranquilidade e poder tocar
A sua certeza de que és vitorioso!

2 comentários:

  1. Saudações MiLady.

    Belo poema, tens realmente muita inspiração em teus poemas, sempre belos.

    Batalha a temporal me faz refletir em muitas coisas, diversas...
    As palavras de motivação ao termino do poema também são muito boas.

    Gostei desta tua poesia, o inicio também é muito bom.

    Aguardando com ansiedade teu proximo poema...

    I Love you vary Moon!

    ResponderExcluir
  2. Gostei de teu poema assim um dia vejo teu poema e fico surpreso outro dia vejo outro poema e me surpreendo ainda mais vc tem um talento muito bom !! bjs

    ResponderExcluir

Receba em seu Email os novos Posts publicados aqui

Postagens Mais Procuradas