6 de abr de 2009

Falsidade Social


Falsidade Social
(LunA Daimon - 06.04.2009)

Sorria!
Você está sendo obrigado
Riqueza material
Falsidade Social
Corpos sem vontade
Clonagem da personalidade
Perfeição estética
Idêntica dialética
Sorria!
Você está sendo obrigado
A viver em meio à multidão de marionetes
Será manipulado
Eles tiram sua alegria
Eles te obrigam a seguir uma regra
Quebre-a
E tu serás um pobre desolado
Quanto mais olho para as pessoas reunidas
Mais acredito que já faleceu o sentido da vida
Na vida daquele que se vestiu de ultraje a rigor.
Em busca por sobrevivência
Mesmo que estejas triste
Sorria!
Mesmo que não suporte alguns eventos
Vá!
Esteja lá
Traga sua máscara
E serás eternamente elogiado
E serás eternamente enriquecido
Por conseguir fazer uma pintura tão perfeita
E esconder sua verdadeira
E reprimida
Personalidade.

3 comentários:

  1. Entendo exatamente o sentimento contido nesse post love x__x

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Nossa, é a minha visão da "Sociedade"!
    parabéns pelo poema!


    Zórdic

    ResponderExcluir
  3. Isso é só um resumo da sociedade... Quero ver a que ponto chegam antes da sua própria destruição...
    "Mas espero eu que eles abram os olhos antes disso e salve a eles próprios".

    ResponderExcluir

Seguidores

Receba em seu Email os novos Posts publicados aqui

Postagens Mais Procuradas