25 de fev de 2009

Anjos Caídos

Anjos Caídos
(LunA Daimon - 25.02.2009)

Os Anjos estão caindo
Com suas asas cortadas
Feito estrelas
Descem a Terra

Com sua alma arrancada
E sua esperança sepultada
Choram lágrimas de vidro
Que cortam seu doce rosto

Vozes angelicais
Hoje fúnebres
Contam a história
De um amor assassinado
Pelo gosto de ópium envenenado
Da frieza que deixou sua pele gélida
Da nobreza que se perdeu
Em tempos tão cinzas

Entalhados nas estátuas das catedrais
As expressões mais melancólicas
Dos momentos de outrora
Felizes e hoje tristes

Minhas lágrimas lhe revelam
Que nos segundos que correm
As areias entre seus dedos
Se esvai
Junto aos grãos

Os momentos tão almejados
O amar
O sentir
O Valorizar
O sorrir

Deixando apenas uma lacuna
Um negro vazio
Como uma ampulheta quebrada
E esquecida
E perdida
Por não ter cultivado
E cuidado
Do sol que aquecia nossos corações

O inverno está voltando
E só resta-nos
A chama de uma vela
Que ja está ao fim
Anjos Caídos habitam
No inferno que existe dentro de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Receba em seu Email os novos Posts publicados aqui

Postagens Mais Procuradas