6 de jan de 2009

2009 – Mudanças X Mesmice

2009 – Mudanças X Mesmice



De tempos em tempos a humanidade vem criando suas vidas todos os dias. Constroem grandes cidades, formam extensas famílias, sempre em busca por novas idéias, sempre em busca por grandes sonhos. Porém, a cada dia que abrem os olhos pela manhã muitas pessoas ainda não estão satisfeitas com o que conquistaram e passam a reclamar que tudo isso é pouco.
Do que adianta ter tantas coisas e nunca estar satisfeito com o que tem?

Somente após a perda do que havia conquistado surge o valorizar do que tinha e agora não tem mais.

Quando não, se sentem tão satisfeitos com o que tem que nem se quer sonham em adquirir algo mais. Se “estacionam” onde estão e se agarram o pouco que adquiriram. Quando a vida resolve mudar, algumas pessoas se recusam a aceitar estas mudanças. Sejam elas mudanças de emprego, mudanças nas amizades, num relacionamento afetivo, residência ou até mesmo de pensamentos.
Mudar faz parte do crescimento pessoal de cada ser que deseja prosperar.

Quando as pessoas resistem mudar, surge um conflito, uma catástrofe, algum acontecimento ruim para que algo mude e mesmo assim resistem mudanças.

O medo de perder uma pessoa querida, de perder a reputação que havia conquistado aos olhos de uma sociedade, o medo de não conseguir ter novamente o que ainda possui. Simplesmente o medo paralisa, impedindo cada pessoa de expandir seus conhecimentos, expandir a área profissional, expandir a vida, gerando mais medo, gerando mais depressão e a falta de acreditar mais em si próprio, criando mais estagnação, mais conformismo.

O que quero dizer com tudo isso? Apenas mostrar a importância de estar em movimento, de sonhar e lutar por aquilo que desejas, de acreditar mais que você consegue alcançar seus sonhos sempre se lembrando de tudo que possui hoje, sem desprezar o pouco que tem e sem se conformar com o muito que já adquiriu.

Por tanto, crie objetivos, sonhe, lute, persista e saiba que a tudo todos podem, basta querer e fazer acontecer. Mova-se, ainda há tempo.

A cada dia que conseguirmos ver a claridade bater em nossas janelas pela manhã, é sinal de que temos mais uma chance para fazer a vida valer à pena.

E se nada mudou em sua vida, não espere que ano que vem algo virá a mudar, pois quem faz as mudanças somos nós, através de nossas atitudes. Atitudes diferentes. Pois fazer a cada ano que chega igual ao ano anterior, é o mesmo que andar em círculos. Mude a forma de falar, pensar, agir para que mude algo em sua vida, ou será assim até morrer.

Concluo este texto com esta pergunta: Você está satisfeito com sua realidade? Se não, porque insiste em fazer as mesmas coisas?

Abraços.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Receba em seu Email os novos Posts publicados aqui

Postagens Mais Procuradas